poucos meses, a Rússia apresentou os caças de quinta geração (a geração do século 21) SU-75 Checkmate (ou “LTS”, de Legkiy Takticheskiy Samolet, Aeronave Tática Leve). Na época, as informações eram de que o projeto não estava contando com investimento do governo russo para poder sair do chão. Sua continuidade dependia de compras que viessem a ser feitas por outros países.

A primeira apresentação internacional da aeronave tática leve Checkmate, no Dubai Airshow 2021
A primeira apresentação internacional da aeronave tática leve Checkmate, no Dubai Airshow 2021 – Imagem: Divulgação/Rostec

Agora, ao que tudo indica, militares dos Emirados Árabes Unidos (e da própria Rússia) expressaram interesse no caça monomotor. Além disso, há informações de que mais de um protótipo voador da aeronave militar estão agora em construção na KnAAPO (maior companhia de fabricação de aviões russa), que tem como acionista a United Aircraft Corporation (UAC, empresa russa de capital aberto, com 80% das ações pertencentes ao estado e o restante à iniciativa privada).

publicidade

Mais precisamente, as unidades do SU-75 Checkmate estão sendo desenvolvidas na fábrica em Komsomolsk-on-Amur, que também constrói outros membros da família de caças multifuncionais Sukhoi Flanker e o Su-57 (um dos poucos aviões de combate com tecnologia furtiva – stealth – no mundo).

O Checkmate de 5ª geração lado a lado com a aeronave Su-57E em um único display estático pela primeira vez
O Checkmate de 5ª geração lado a lado com a aeronave Su-57E em um único display estático pela primeira vez – Imagem: Divulgação/Rostec

Um vídeo promocional do novo caça da Rússia foi postado no YouTube pela Rostec (corporação estatal russa responsável pela fabricação e exportação de alta tecnologia para os setores civil e de defesa), exibindo pela primeira vez imagens de uma modificação não tripulada do Checkmate.

Há também um novo projeto especial informativo trazendo mais detalhes da aeronave. Postado no dia 15 de novembro, o vídeo foi programado para coincidir com a estreia da aeronave tática leve de quinta geração no Dubai Airshow 2021.

Para rivalizar com o F-35A Lightning II

Tendo como principais características a baixa visibilidade, o baixo custo de horas de voo, a arquitetura aberta e o custo-benefício, o Checkmate promete rivalizar com o que há de mais avançado na aviação militar. A ideia é competir com o F-35A Lightning II, quinta geração da Força Aérea dos EUA, e com o JAS-39 Gripen, caça multiuso leve monomotor de quarta geração e meia (isto é, um caça do final do século 20 atualizado) da Força Aérea Sueca.

Para termos uma ideia em valores, a Rostec traz que seu novo caça monomotor tem um preço em US$ 30 milhões contra cerca de US$ 82 milhões do F-35A (em nossa moeda, a comparação seria de, aproximadamente, R$ 163 milhões contra R$ 448 milhões).

Checkmate voando
O SU-75 Checkmate será capaz de voar 1,8 vezes a velocidade do som – Imagem: Divulgação/Rostec

O SU-75 Checkmate será capaz de voar a Mach 1,8 (1,8 vezes a velocidade do som) e terá um alcance operacional de 3 mil km. A aeronave militar russa incorpora ainda tecnologias exclusivas de inteligência artificial.

De acordo com a Rostec, o caça é equipado com armamentos versáteis capazes de lutar contra qualquer ameaça: de postos de comando não protegidos a alvos especialmente sensíveis para um inimigo em potencial. O caça terá uma carga útil de mais de 7 toneladas e será capaz de atingir até seis alvos ao mesmo tempo.

Rússia cria até perfume com aroma de caça

Outra vantagem de aviões militares de motor único é uma difícil detecção por radares inimigos. Demonstrando as boas expectativas quanto à produção do caça militar, até um perfume foi lançado pela própria Rostec em sua homenagem, como podemos ver no vídeo abaixo.

O CEO da Rostec, Sergey Chemezov, afirmou que, recentemente, tratou com o ministro da Defesa russo sobre requisitos de missão, informando a configuração que procuram no jato. “A configuração que fizemos agora [na aeronave] foi financiada por nós e pelo Ministério da Indústria e Comércio da Rússia”. O novo caça deve subir aos céus em 2023 e a Rostec planeja lançar a produção em série do avião de combate a partir de 2026.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.