A Mercedes-Benz já faz os ajustes finais na sexta e nova geração do Classe E. Ainda sob muita camuflagem, o sedã foi flagrado nesta semana em seu primeiro teste público nas ruas da Alemanha. O modelo está previsto para ser lançado mundialmente no ano que vem.

Internamente chamado de W214, o novo Mercedes Classe E parece, à primeira vista, ter um perfil mais aerodinâmico: a frente é arqueada, com os para-lamas dianteiros retrabalhados e o capô rebaixado. A grade ainda é provisória, mas especula-se que as dimensões sejam relativamente maiores no novo modelo.

publicidade
Novo Mercedes-Benz Classe E é flagrado na Alemanha
Imagem: S. Baldauf/SB-Medien

Como no classe S, as maçanetas são niveladas, enquanto as portas possuem claramente dois vincos: um que passa acima da maçaneta em direção horizontal e outro que recorta a parte inferior na diagonal, dando uma impressão de movimento perpétuo. A seção posterior também parece mais curvilínea e vem acompanhada por um elegante conjunto de luzes traseiras.

Outro ponto de destaque nas imagens é a ausência de camuflagem na capota, o que indica que o teto panorâmico será retrátil.

Novo Mercedes-Benz Classe E é flagrado na Alemanha
Imagem: S. Baldauf/SB-Medien

Dimensões e motorização

O Mercedes-Benz Classe E também será um dos últimos a serem baseados na plataforma MRA, na ativa desde 2013, com o Classe S. O novo sedã terá uma distância entre-eixos mais larga que o modelo da quinta geração, assim como a largura dos trilhos, o que lhe dará um perfil mais delgado.

Para adequar às novas dimensões do chassi, a Mercedes modificou a suspensão dianteira de duplo braço triangular e a suspensão traseira multi-link. Segundo informações da Autocar, ele também será oferecido com uma suspensão a ar opcional, assim como um sistema de direção para as rodas posteriores.

O motor longitudinal, por sua vez, deve sofrer uma redução na capacidade. Em vez do V8 4.0 biturbo, oferecido no E 63, vem por aí um propulsor mild hybrid 2.0 turbo quatro-cilindros com assistência híbrida plug-in cuja potência deve chegar até 608 cavalos. Haverá atualizações para as atuais unidades M254 a gasolina e OM654 a diesel, que serão oferecidas com um gerador de partida integrado e um sistema elétrico de 48 V.

Todas as versões híbridas do novo Mercedes-Benz Classe E terão uma bateria elétrica de 28,6 kWh, a mesma utilizada no S580e, que irá fornecer uma autonomia de 100 km. A transmissão será automática de nove velocidades.

Via Autoevolution

Crédito da imagem principal: S. Baldauf/SB-Medien

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!