A Mazda, fabricante japonesa de veículos, se uniu à conterrânea Mizuno, marca de roupas esportivas, para o desenvolvimento do Kodo, um tênis voltado para a experiência de dirigir. No centro da parceria, está a busca pela simbiose perfeita entre o motorista, o calçado e o veículo.

Para garantir a devida “diversão ao dirigir”, alta tecnologia foi aplicada no tênis Kodo, que apresenta um desenho minimalista em cano alto com a sola redonda. Toda a estrutura, segundo as empresas, se baseou no fornecimento de uma sensação mais próxima do piloto com os pedais do carro, para uma resposta mais rápida e uma experiência geral melhorada.

Vídeo relacionado

ilustração informativa do uso do tênis no pedal do carro
Imagem: Divulgação/Mazda

Couro sintético nobuck cinza e couro bovino preto, combinados com fibra sintética, são utilizados como materiais da sola para haver um equilíbrio entre estética e funcionalidade. A malha é estruturada para evitar a deformação do calçado, enquanto que a estrutura de suporte evita que as pernas do motorista fiquem cansadas e os pés tenham cãibras.

A característica de suporte de dorsiflexão aplicado no tênis pela Mizuno melhora a precisão e o controle do pedal. Dorsiflexão é aquele movimento da articulação do tornozelo no ponto de flexão entre o pé e a superfície do corpo (quando os dedos do pé são movidos em direção à perna).

publicidade

Um tênis que pode ser usado para caminhar também

destaque na sola do tênis
Imagem: Divulgação/Mazda

Quanto à sola arredondada do Kodo, a Mazda afirma que sua tecnologia suporta uma pressão de pedal suave e controlada, dando ao usuário um feedback instantâneo sobre o desempenho e o comportamento do carro. Esse formato da sola também permite uma rotação mais fácil dos pés durante a condução, além de melhorar o contato com o solo, já que o tênis não deixa de ser uma boa opção para caminhadas e uso diário.

O Kodo será entregue aos clientes a partir do próximo ano. Seu nome é inspirado na linguagem de design dos carros Mazda, conhecida como “Kodo, a Alma do Movimento”. Apenas 1.350 pares estavam disponíveis para os clientes no Japão, e a coleção se esgotou completamente em poucos dias. Seu preço estava em cerca de R$ 2.002 (em conversão direta) quando foi anunciado.

publicidade

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.