O site Comic Connect leiloou um exemplar da primeira edição das revistas em quadrinhos do ‘Superman’. E conseguiu quebrar um recorde do número em questão. A revista em quadrinhos do super-herói kriptoniano foi vendida, precisamente, por US$ 2.604.750, valor equivalente a R$ 14.779.872,45, na conversão direta, usando a cotação do dólar desta sexta-feira (17), vendido a R$ 5,68.

A cópia tem nota 7 na classificação pelo seu estado de conservação, a maior a chegar a uma venda pública nas últimas duas décadas. Atualmente, de acordo com o site Bleeding Cool, só existem quatro exemplares da primeira edição de ‘Superman’ com classificação 7 ou superior. Quando o assunto é a primeira ‘Action Comics‘, que revelou o super-herói, são seis cópias.

publicidade

Leia mais:

A revistinha vendida só trocou de mãos duas vezes. Ela saiu das bancas em 1939, por US$ 0,10, e, depois de 40 anos, chegou ao atual proprietário, que manteve o exemplar em um cofre com temperatura controlada. Antes, o preço mais caro pago por uma cópia desta edição foi vendida há quatro anos, em 2017, com nota 5.5, por US$ 507.500.

“Esta é de longe a melhor cópia do ‘Superman#1’ que já coloquei no mercado e é a segunda cópia com melhor classificação no censo. As tintas de capa são ricas e as páginas internas, flexíveis. Que emoção que ainda existem quadrinhos desconhecidos como este adormecidos”, disse Vincent Zurzolo, fundador da Comic Connect.

HQ Superman
O exemplar tem nota de classificação 7 pelo bom estado de conservação. Imagem: Divulgação

A HQ ‘Superman’ #1 conta com as histórias da ‘Action Comics’ de #1 a #4. Ela foi lançada na metade de 1939, pela DC Comics, da dupla de autores Joe Shuster e Jerry Siegel, sendo um dos títulos mais antigos e mais importantes da histórias das revistas em quadrinhos de super-heróis norte-americanos. Nas páginas da revista, é quando a origem atual do Superman é mencionada, com citações aos pais adotivos e Krypton.

O recorde de quadrinho mais caro já vendido é justamente da primeira ‘Action Comics’. No começo deste ano, o exemplar foi vendido por US$ 3,25 milhões, cerca de R$ 18,4 milhões

Via: Bleeding Cool

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!