Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Groff, que viveu o Agente Smith no mais novo “Matrix“, comparou a série “Mindhunter”, série original Netflix, ao Chicago Bulls campeão da NBA na temporada de 1997-98.

A temporada campeã foi retratada na série documental da Netflix, “Arremesso Final” (título original “The Last Dance”). Nela, os Bulls venceram o 6º título em oito temporadas, marcando uma das dinastias mais vitoriosas do esporte, mas também a última de Michael Jordan em Chicago.

publicidade

Depois do título, o gerente do time Jerry Krause tomou a decisão de desmanchar a equipe vitoriosa, que iniciou um processo de reconstrução, colocando um ponto final na dinastia dos anos 90.

Do mesmo jeito, David Fincher, tomou a decisão de paralisar “Mindhunter“, série de investigação criminal da Netflix que fez grande sucesso em suas duas temporadas. Então, a comparação feita por Jonathan Groff, protagonista da série, faz sentido.

“Para mim, “Mindhunter” é [David] Fincher. Toda a experiência para mim foi a honra e o privilégio de conseguir trabalhar com ele. Eu não sou uma pessoa de esportes de jeito nenhum, mas é como o Chicago Bulls [de 1997-98]. Você vai para outra temporada com o time? Ou você só faz o que o gerente diz? Mas se o gerente acredita que deveria parar, você tem que ir com o gerente. É assim que eu me sinto com o David. No minuto que ele disse que ele quer fazer outra [temporada], eu estarei lá em um segundo. Mas eu confio na visão e instintos dele, então eu sempre deixo nas mãos dele, como sempre.”

Leia mais!

Em outubro, a Neflix deu esperanças aos fãs de um possível retorno da série, com David Fincher no comando, mas acabou sendo um alarme falso, com outra produção anunciada.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!