Com ondas simultâneas de casos de gripe e Covid-19 acontecendo em diferentes lugares do mundo, não tem sido incomum uma certa confusão entre os sintomas. A melhor forma para saber exatamente o que se tem é a testagem, porém, em alguns casos, é possível diferenciar as infecções apenas pelos sintomas.

Os vírus que causam gripe e Covid-19 se espalham da mesma maneira, pelo ar, através de gotículas do nariz e da boca de pessoas infectadas. Porém, o tempo entre a infecção pelo vírus e o aparecimento dos primeiros sintomas é algo que varia de pessoa para pessoa.

publicidade

Leia mais:

Infecções têm sintomas em comum

Pode tomar antitérmico depois da vacina
Febre é um sintoma comum entre as infecções por gripe e Covid-19. Imagem: Pormezz / Shutterstock

Entre os sintomas que são comuns à gripe e a Covid-19 estão tosse, febre, cansaço e dores musculares. Porém, não é comum que pessoas gripadas apresentem perda de paladar ou olfato, o que torna essa condição um sintoma específico da Covid.

Enquanto isso, pessoas com resfriados comuns e gripe podem gerar, com maior ou menor intensidade, sintomas como entupimento nasal e dor de garganta. A gripe, porém, tende a fazer com que as pessoas apresentem febre alta, algo que não acontece em resfriados, mas também pode ocorrer na Covid-19.

Apesar de ser relativamente incomum, também é possível que uma mesma pessoa contraia uma dupla infecção e tenha gripe e Covid-19 ao mesmo tempo. Mesmo que não seja algo comum, a co-infecção recebeu um nome: “flurona”, a junção das palavras flu (gripe em inglês) e corona.

Flurona deve se tornar comum

“Uma co-infecção de qualquer tipo pode ser grave ou piorar completamente os sintomas”, declarou a professora assistente de pesquisa da Escola de Saúde Pública da Universidade de Maryland, Kristen Coleman. Porém, com o avanço da ômicron e o aumento da gripe, os casos de flurona devem aumentar.

Segundo a pesquisadora, a melhor forma de conter tanto o avanço da gripe quanto da Covid-19 é a vacinação, uma vez que é seguro se imunizar contra os dois vírus ao mesmo tempo. Além disso, medidas como o uso de máscaras e o distanciamento social podem frear o avanço das infecções.

Via: Associated Press

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!