Mais de um bilhão de pontas de cigarro, conhecidas como bitucas, são deixadas nas ruas da Suécia todos os anos, o que representa cerca de 62% de todo esse tipo de lixo do país. Essas informações são da Fundação Keep Sweden Tidy, uma organização sueca sem fins lucrativos que promove a reciclagem e combate ao lixo por meio de campanhas de conscientização pública e educação ambiental.

Kråkor lär sig plocka fimpar

En ny metod har lärt kråkor att plocka upp fimpar från gator och trottoarer. ”Att kråkor i framtiden bidrar till renhållningen i Stockholm ser jag som sannolikt”, säger Christian Günther-Hanssen som med Startupbolaget Corvid Cleaning tagit fram en metod för att lära vilda fåglar att plocka skräp.

publicidade
Publicado por Mitt i Stockholm em Quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Já que convencer os humanos a não jogar pontas de cigarro na rua provou até agora ser impossível, uma startup tentou uma nova abordagem, e afirma que pode ensinar corvos a catar as bitucas e ajudar comunidades locais a economizar milhões de coroas em taxas de limpeza todos os anos. 

A Corvid Cleaning treina corvos selvagens a fazer o trabalho por meio de um processo de aprendizagem passo a passo, que envolve recompensar os pássaros com comida para cada bituca de cigarro que eles coletam.

Corvos são treinados para associar as bitucas de cigarro a comida

“Eles são mais fáceis de ensinar e há também uma chance maior de eles aprenderem uns com os outros. Ao mesmo tempo, há um menor risco de eles comerem qualquer lixo por engano”, disse o fundador da empresa, Christian Günther-Hanssen. “São pássaros selvagens participando voluntariamente”.

Embora Günther-Hanssen não tenha entrado em detalhes sobre o processo de ensino passo a passo, ele disse que, basicamente, os pássaros são primeiro treinados para associar pontas de cigarro com comida. Em seguida, são apresentados a um distribuidor de alimentos que só deixa cair comida quando o pássaro chega.

Então, tirando as recompensas alimentares, os treinadores incentivam a investigação, para que os corvos comecem a bicar na máquina eventualmente apertando um botão que faz com que a comida caia. 

Leia mais:

Isso abre o caminho para o quarto passo, onde os pássaros descobrem que a recompensa só cai quando colocam pontas de cigarro em um recipiente específico.

Pode parecer complicado, mas os corvos estão entre os pássaros mais inteligentes da Terra, e tais programas de treinamento têm se mostrado bem sucedidos várias vezes nos últimos anos. 

Na verdade, a Corvid Cleaning está tão confiante na técnica que já manifestou interesse em testá-la em uma escala maior, em toda a cidade de Södertälje.

Christian Günther-Hanssen acredita que a iniciativa poderia salvar o município de pelo menos 75% dos custos envolvidos no recolhimento de bitucas de cigarro, dependendo do quanto os corvos trabalhem. 

Se for bem-sucedida, a Corvid Cleaning espera que essa seja uma solução de limpeza permanente que possa ser implementada em outras partes do país.

Embora a nova abordagem para a limpeza de lixo tenha recebido feedback positivo online, há aqueles que ponderam as implicações éticas deste projeto. Em especial, a reflexão quanto ao fato de que podemos treinar corvos para pegar pontas de cigarro, mas não conseguimos fazer com que os humanos não os joguem fora. 

Além disso, há as implicações para a saúde de expor constantemente as aves às toxinas nas pontas de cigarro, e o risco de torná-las dependentes dos distribuidores de alimentos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!