Em busca de apoio financeiro para fechar a aquisição do Twitter ainda este ano, Elon Musk conseguiu um feito importante: o bilionário reuniu um grupo de 19 investidores interessados no negócio. 

Entre eles, estão um príncipe saudita e a corretora de criptomoedas Binance. Ao todo, o CEO da Tesla conseguiu levantar mais de US$ 7 bilhões.

publicidade
Foto do bilionário Elon Musk
Musk está negociando para trazer mais acionistas ao Twitter após fechar a compra da empresa. Imagem: Naresh777/Shutterstock

O maior investimento até aqui, segundo o Wall Street Journal, veio justamente do príncipe al-Waleed bin Talal, da Arábia Saudita, que concordou em aportar US$ 1,9 bilhão para financiar a compra da rede social.

O capital veio em boa hora, já que reduz pela metade a necessidade de Musk comprometer a sua participação na Tesla para fechar a compra do Twitter. Um fator que gerou preocupação nos acionistas e impactou no valor das ações da montadora de carros elétricos recentemente.

Leia mais:

Quem são os investidores?

A lista inclui nomes importantes, como o cofundador da Oracle, Larry Ellison, que também faz parte do conselho da Tesla. Ellison concordou em investir US$ 1 bilhão. A exchange Binance, controlada pelo bilionário Changpeng Zhao, prometeu injetar US$ 500 milhões no negócio.  

Zhao declarou que o investimento é “uma pequena contribuição para a causa”. A empresa do mercado de criptoativos disse que pretende atuar “como um defensor dos planos de Elon Musk para o Twitter”.

Outros contribuintes são a Sequoia Capital, com US$ 850 milhões, a Fidelity Investments e a Brookfield Asset Management. A empresa de investimentos VyCapital, por sua vez, aportou US$ 700 milhões e a empresa de capital de risco Andreessen Horowitz investiu outros US$ 400 milhões.

A Qatar Holding LLC, se comprometeu com US$ 375 milhões e a Aliya Capital Partners LLC com US$ 360 milhões. Outros financiadores do acordo são a Bamco Inc., fundada pelo investidor da Tesla, Ron Baron, e a Draper Fisher Jurvetson, ex-empresa de Steve Jurvetson, um dos membros do conselho da SpaceX.

O consultor financeiro Key Wealth Advisors LLC, a empresa de private equity AM Management & Consulting e a Litani Ventures também estão entrando no negócio junto com a Cartenna Capital LP, que injetou US$ 8,5 milhões, e a Honeycomb Asset Management LP, com US$ 5 milhões. Capital LLC e Witkoff Capital também vão participar como patrocinadores.

Musk diz que está negociando para trazer mais acionistas ao Twitter após fechar a compra da empresa. Sua ideia é reduzir ao máximo o risco financeiro que terá que assumir para honrar com a proposta de US$ 44 bilhões pela companhia.

Como resultado do sucesso em angariar fundos, Musk disse que o empréstimo de US$ 12,5 bilhões que recebeu para comprar o Twitter será reduzido para US$ 6,25 bilhões. A aquisição será financiada por US$ 27,25 bilhões, valor que será divido entre ações e dinheiro.

Fonte: Wall Street Journal

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!