Apesar da grande variedade de opções disponíveis nos serviços de streaming, encontrar filmes clássicos pode ser um desafio. Embora sejam poucos, essas produções antigas estão presentes nas principais plataformas, porém podem passar despercebidos devido ao extenso catálogo

No entanto, compilamos uma lista de 12 obras clássicas que podem ser facilmente acessadas com um simples clique. Prepare-se para despertar sua curiosidade e mergulhar na magia desses filmes icônicos, prontos para encantar novas gerações.

Tarde Demais para Esquecer (1957)

Imagem do filme “Tarde Demais para Esquecer” (“An Affair to Remember”, 1957) / Credito: 20th Century Fox (divulgação)

Um dos maiores romances da era clássica de Hollywood, “Tarde Demais para Esquecer” é dirigido por Leo McCarey e estrelado por Cary Grant e Deborah Kerr. O filme é uma refilmagem do clássico de 1939, “Duas Vidas”, também dirigido por McCarey.

A química entre Cary Grant e Deborah Kerr, a direção habilidosa McCarey e o enredo cativante e comovente fazem desse longa uma obra inesquecível.

publicidade

O filme está disponível para assinantes do Star+.

Acossado (1960)

Imagem do filme “Acossado” (“À bout de souffle”, 1960) / Credito: Société nouvelle de cinématographie (divulgação)

O seminal “Acossado”, filme francês dirigido pelo gênio Jean-Luc Godard, é uma das primeiras obras da Nouvelle Vague francesa, um movimento cinematográfico que revolucionou a forma como os filmes eram feitos.

A produção quebrou as convenções tradicionais do cinema da época. Godard utilizou técnicas de câmera à mão, movimentos bruscos, cortes rápidos, diálogos improvisados e narrativa não linear para criar uma obra experimental que brinca com os gêneros das produções hollywoodianas.

O filme está disponível para assinantes do Mubi.

Leia mais:

Cidadão Kane (1941)

Imagem do filme “Cidadão Kane” (“Citizen Kane”, 1941) / Credito: RKO Radio Pictures (divulgação)

Considerado um dos melhores filmes de todos os tempos, “Cidadão Kane” é dirigido, co-escrito e estrelado por Orson Welles. A história retrata a ascensão e queda de Charles Foster Kane, um magnata da mídia inspirado em figuras da vida real como William Randolph Hearst.

“Cidadão Kane” revolucionou o cinema ao introduzir técnicas pioneiras, como o uso da profundidade de campo, ângulos de câmera inovadores, manipulação eficaz de luz e sombra, além de uma narrativa fragmentada e diálogos sobrepostos.

O filme está disponível para assinantes do HBOMax.

Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964)

Imagem do filme “Deus e o Diabo na Terra do Sol” (1964) / Credito: Copacabana Filmes (divulgação)

Clássico do nosso cinema, “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, dirigido por Glauber Rocha, é a mais célebre obra do movimento “Cinema Novo”. 

Ambientado no sertão nordestino, o filme aborda questões sociais, religiosas e políticas, em uma estética experimental e poética carregada de simbolismo.

O filme está disponível gratuitamente na plataforma Itaú Cultural Play.

Os Homens Preferem as Loiras (1953)

Imagem do filme “Os Homens Preferem as Loiras” (“Gentlemen Prefer Blondes”, 1953) / Credito: 20th Century Fox (divulgação)

Estrelado por Marilyn Monroe e Jane Russell, “Os Homens Preferem as Loiras” é um dos mais famosos musicais da Hollywood clássica. 

Dirigido por Howard Hawks, o filme é uma comédia romântica de humor inteligente, performances cativantes e figurinos deslumbrantes. A icônica presença de Marilyn Monroe e a cena em que ela canta “Diamonds Are a Girl’s Best Friend” é um marco cultural.

O filme está disponível para assinantes do Star+.

2001 – Uma Odisseia no Espaço (1968)

Imagem do filme “2001 – Uma Odisseia no Espaço” (“2001: A Space Odyssey”, 1968) / Credito: Metro-Goldwyn-Mayer (divulgação)

Baseado no livro homônimo de Arthur C. Clarke, “2001 – Uma Odisseia no Espaço” é um marco no gênero da ficção científica e um dos filmes mais influentes de todos os tempos.

Dirigido minuciosamente por Stanley Kubrick, de forma contemplativa e misteriosa, a obra abrange vários estágios da evolução humana e explora temas filosóficos sobre o sentido e os limites da vida e da existência humana.

O filme está disponível para assinantes do HBOMax.

Ladrões de Bicicleta (1948)

Imagem do filme “Ladrões de Bicicleta” (“Ladri di biciclette”, 1948) / Credito: Ente Nazionale Industrie Cinematografiche (divulgação)

“Ladrões de Bicicleta”, dirigido por Vittorio De Sica, é um dos filmes mais importantes e influentes do neo-realismo italiano.

Na trama, um pai desempregado na Itália pós-guerra finalmente consegue um emprego, mas necessita de uma bicicleta para a função. No entanto, quando sua bicicleta é roubada, ele e seu filho iniciam uma jornada pelas ruas de Roma em busca dela.

O filme está disponível para assinantes do Amazon Prime Video.

Juventude Transviada (1955)

Imagem do filme “Juventude Transviada” (“Rebel Without a Cause”, 1955) / Credito: Warner Bros. Pictures (divulgação)

“Juventude Transviada” é um marco artístico e cultural graças à sua representação pioneira e profunda sobre a juventude e as suas angústias. 

Dirigido por Nicholas Ray e estrelado por James Dean e Natalie Wood, o longa retrata temas como relacionamentos problemáticos entre pais e filhos e a violência juvenil de forma crua e tocante.

Além disso, o filme elevou James Dean ao status de ícone cultural, simbolizando a rebeldia e a insatisfação da juventude.

O filme está disponível para assinantes do HBOMax.

Casablanca (1942)

Imagem do filme “Casablanca” (1942) / Credito: Warner Bros. Pictures (divulgação)

“Casablanca” é um drama romântico dirigido por Michael Curtiz e estrelado por Humphrey Bogart e Ingrid Bergman. 

A trama é ambientada em Casablanca, Marrocos, durante a Segunda Guerra Mundial e conta um dos dilemas amorosos mais famosos da história de Hollywood.

O filme está disponível para assinantes do HBOMax.

Deus Sabe Quanto Amei (1958)

Imagem do filme “Deus Sabe Quanto Amei” (“Some Came Running”, 1958) / Credito: Metro-Goldwyn-Mayer (divulgação)

“Deus Sabe Quanto Amei” é um belíssimo melodrama dirigido por Vincente Minnelli e estrelado por Frank Sinatra, Dean Martin e Shirley MacLaine. O longa é baseado no romance de mesmo nome escrito por James Jones.

Repleto de cenas memoráveis, o filme aborda de maneira brilhante um outro lado não tão glamouroso da vida norte-americana.

O filme está disponível para assinantes do HBOMax.

Psicose (1960)

Imagem do filme “Psicose” (“Psycho”, 1960) / Credito: Paramount Pictures (divulgação)

Um dos mais influentes filmes de suspense da história, “Psicose” é dirigido por Alfred Hitchcock e é um clássico atemporal que continua a fascinar quem assiste até hoje.

Além da interpretação brilhante de Anthony Perkins como Norman Bates, o filme desafiou as convenções do gênero, surpreendendo o público com várias reviravoltas chocantes e surpreendentes.

O filme está disponível para assinantes do Star+.

Rastros de Ódio (1956)

Imagem do filme “Rastros de Ódio” (“The Searchers”, 1956) / Credito: Warner Bros. (divulgação)

A obra-prima “Rastros de Ódio” é um faroeste dirigido por John Ford e estrelado por John Wayne. Além de ser esteticamente deslumbrante, o filme é notável por sua abordagem complexa e controversa de temas como racismo e preconceito. 

O protagonista vivido por Wayne é um personagem ambíguo e cheio de conflitos internos, cujo ódio pelos índios muitas vezes choca com sua própria humanidade. 

O filme está disponível para assinantes do HBOMax.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!