Conforme havia sido noticiado pelo Olhar Digital, o primeiro voo do foguete Vulcan Centaur, em desenvolvimento pela United Launch Alliance (ULA) há sete anos, seria na véspera do Natal, dia 24 de dezembro, após diversos adiamentos desde 2020.

No entanto, os planos precisaram mudar, e o lançamento inaugural do veículo ficará para janeiro de 2024. 

Segundo o site Space.com, o foguete passou por um ensaio geral molhado (WDR) no fim de semana, procedimento que inclui carregar propelente na espaçonave e percorrer as etapas do dia do lançamento até os momentos antes da ignição do motor. Esse teste, porém, não saiu do planejado.

No domingo (10), pelo X (antigo Twitter), o CEO da ULA, Tory Bruno, indicou que o ensaio “correu o cronograma longo, então não terminamos completamente”.

publicidade

“Eu gostaria de um WDR completo antes do nosso primeiro voo”, afirmou Bruno, que revelou em outro post que a próxima janela abre em 8 de janeiro e durará quatro dias.

O lançamento do Vulcan em 24 de dezembro, a partir  da Estação da Força Espacial dos EUA, em Cabo Canaveral, na costa da Flórida, estava programado para 15h49 (pelo horário de Brasília). 

Não foi informado a que horas a janela do foguete se abre para a tentativa de 8 de janeiro. Segundo Bruno, a ULA vai divulgar mais detalhes em breve.

Leia mais:

Nanoarte brasileira e cinzas de atores de Star Trek 

O superfoguete será lançado da Estação da Força Aérea dos EUA, em Cabo Canaveral, na Flórida. Entre a carga útil, está o módulo lunar Peregrine, construído pela Astrobotic Technology para a NASA, além dos satélites de demonstração Kuipersat-1 e Kuipersat-2, da Kuiper Systems, subsidiária da Amazon. O Peregrine será responsável por depositar um “minimuseu” na Lua, que conta com uma nanoarte brasileira no acervo (saiba mais aqui).

Representação artística do foguete Vulcan Centaur na órbita da Terra. Crédito: ULA

A missão, chamada Cert-1, também levará a bordo os restos mortais cremados de quatro pessoas ligadas à série original “Star Trek”. Um dos contratantes do voo é a empresa Celestis, especializada em lançamentos espaciais funerários há mais de 25 anos, que encapsulou as cinzas e uma amostra de DNA da atriz Nichelle Nichols, do roteirista e produtor Gene Roddenberry e sua esposa, a atriz Majel Barrett Roddenberry, além do ator James “Scotty” Doohan. 

A ULA se refere ao Vulcan Centaur como um foguete de “próxima geração” que fornecerá maior desempenho e maior acessibilidade do que a linha atualmente em operação, que inclui o Atlas V.