Nós do Olhar Digital e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O eclipse solar parcial parou o Brasil em outubro desde ano, com a chegada de 2024, uma nova leva de eventos astronômicos se aproxima. Veja os principais eclipses que irão ocorrer este ano.

Eclipses de 2024

  • Eclipse Lunar Penumbral: 25 de março
  • Eclipse solar total: 8 de abril
  • Eclipse Solar Anular: 2 de outubro de 2024

Eclipse Lunar Penumbral

eclipse lunar penumbral
Eclipse Lunar Penumbral (Imagem:Reprodução: Agência Brasil)

O primeiro eclipse do ano acontece no dia 25 de março e será um lunar penumbral. Segundo o In The Sky, o fenômeno será visível do Brasil. Apesar disso, o efeito de penumbra só é perceptível para aqueles com visão muito hábil, ou em fotografias cuidadosamente controladas.

O eclipse máximo ocorrerá às 04h13 (todos os horários indicados no horário de Brasília).

Como todos os eclipses lunares, os eclipses penumbrais ocorrem sempre que a Terra passa entre a Lua e o Sol, de tal forma que obscurece a luz solar e lança uma sombra na superfície lunar de maneira bem sutil.

Em um eclipse penumbral a Lua passa por uma região da Terra chamada penumbra. Esta é a parte externa da sombra da Terra, em que a Terra parece cobrir parte do disco do Sol, mas não ele todo. Como resultado, o brilho da Lua é reduzido, ao ser menos fortemente iluminado pelo Sol – mas todo o disco da Lua permanece iluminado até certo ponto.

Eclipse solar total

Eclipse solar total no céu em 2017
Eclipse solar total visto de Nashville, cidade no Tennessee, em 2017 (Imagem: ThePenultimateOne/Wikimedia Commons)

O eclipse solar total é sem dúvida o maior evento astronômico do ano e acontece no dia 8 de abril. Infelizmente não será visível do Brasil. O fenômeno pode ser visto apenas nos Estados Unidos, Canadá e México e, no resto do mundo, nada muda.

O eclipse solar acontece quando a Lua “tapa” o Sol (ou parte dele). Isso, claro, da perspectiva de alguém na Terra – afinal, o satélite é 400 vezes menor que a estrela. Esse fenômeno só pode rolar na Lua nova, a única fase em que o satélite fica entre a Terra e o Sol.

Então, quando a Lua está perto da Terra e o planeta longe do Sol, por exemplo, forma-se uma sombra completa. Mas quando a Lua está mais longe da Terra, forma-se uma sombra incompleta. No caso do evento de abril, a Lua vai cobrir tudo, fazendo o dia virar noite.

Eclipse Solar Anular

Eclipse anular do Sol registrado no deserto de Liwa, em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos. Crédito: Kertu – Shutterstock

O mesmo tipo de eclipse que tivemos em outubro, mas dessa vez não será visível daqui do Brasil. O eclipse solar anular de 2 de outubro de 2024 e será visto em sua totalidade apenas na Argentina e no Chile. No Sul do Brasil o fenômeno poderá ser visto de forma parcial, mas não se anime muito, o efeito não será muito grande.

Diferente de um eclipse total, dessa vez, por estar mais longe da Terra, próxima ao ponto mais distante do planeta (chamado de apogeu), a Lua estará bem menor. Assim, quando passar na frente do Sol, ela vai tapar apenas o centro do astro, ficando no meio de um círculo popularmente chamado de “anel de fogo”.

Mais especiais