Internet fixa

Covid-19: provedores de internet dos EUA manterão serviço mesmo sem pagamento

Vinicius Szafran, editado por Liliane Nakagawa 13/03/2020 18h50
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Dificuldades econômicas e de locomoção causadas pela pandemia do novo coronavírus fez com que as empresas concordassem em não suspender os planos por 60 dias

Os principais provedores de internet dos Estados Unidos concordaram em não suspender o serviço aos assinantes pelos próximos 60 dias, mesmo que a epidemia do novo coronavírus não permita que eles paguem suas respectivas contas. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (13) pela Comissão Federal de Comunicações dos EUA (FCC).


Após contato com mais de 50 empresas, o presidente da FCC, Ajit Pai, disse que elas também concordaram em renunciar a qualquer pagamento atrasado de clientes residenciais ou de pequenas empresas devido às circunstâncias econômicas oriundas da pandemia de Covid-19. Além disso, serão abertos pontos de acesso wi-fi públicos para quem precisar.

Por conta da contaminação acelerada, espera-se que milhões de norte-americanos trabalhem em casa, seguindo as orientações de governos e empregadores na tentativa de reduzir o potencial de disseminação da doença.

VerizonAT&TComcastT-Mobile, Google Fiber, Charter Communications, CenturyLink, Sprint e Cox Communications foram as empresas, que até então, aceitaram participar do acordo. As três primeiras são as principais provedoras de internet do país, consequentemente com maior alcance de clientes.

Reprodução

"À medida que o surto de coronavírus se espalha e causa uma série de perturbações na vida econômica, educacional, médica e cívica de nosso país, é imperativo que os americanos permaneçam conectados", afirmou Pai em comunicado.

O presidente da FCC disse ainda que pediu aos fornecedores que ofereçam serviços mais baratos aos consumidores de baixa renda. A AT&T afirmou que estava dispensando limites de dados para consumidores que têm planos com limites de uso. Por sua vez, a Comcast informou nesta quinta-feira (12) que está aumentando sua velocidade de conexão para todos os usuários de baixa renda.

Até o momento, mais de 137 mil pessoas foram contaminadas pelo novo coronavírus. Quase 70 mil foram curadas da doença, enquanto pouco mais de cinco mil morreram. A maior parte dos casos está na China e na Itália. Os Estados Unidos confirmaram pouco menos de 1.300 casos.

Via: UOL


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Internet operadoras estados unidos EUA coronavirus covid19
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você