EnglishPortugueseSpanish

Nesta quinta-feira (8), a LG divulgou mais informações sobre o período de atualizações que continuará fornecendo para smartphones. O fabricante anunciou no início da semana que deixará o mercado global de dispositivos móveis em julho deste ano. De acordo com a empresa, algumas linhas receberão de duas a três atualizações de sistema operacional.

Em nota, a LG afirma que todos os smartphones premium atuais, lançados em 2019 ou nos anos posteriores, terão três anos de atualizações do Android “a partir do ano da compra”. Na outra ponta, tratando-se de modelos de entrada ou intermediários, as atualizações do Android serão fornecidas por dois anos – considerando o mesmo período.

publicidade

Leia mais:

Segundo a empresa, são considerados smartphones premium os modelos que fazem parte das linhas G, V, Velvet e Wing lançados a partir de 2019. Já os modelos de 2020 das linhas LG Stylo e LG K são os que deverão receber “duas atualizações de sistema operacional”.

No entanto, uma nota de rodapé no anúncio informa: “As futuras atualizações dependerão do calendário de distribuição do Google, além de outros fatores, como desempenho e compatibilidade dos dispositivos”.

Quais celulares serão atualizados?

Atualmente, o catálogo da LG no Brasil traz os seguintes smartphones:

Seguindo a linha de raciocínio, o modelo K62+, lançado com Android 10, deverá receber atualizações até o Android 12. Na mesma medida, o LG G8S ThinQ, lançado com a mesma versão do sistema operacional, deverá receber atualizações até o Android 13.

O Olhar Digital entrou em contato com a LG Brasil para confirmar a lista de modelos disponíveis no país que são elegíveis para as futuras atualizações. Assim que o fabricante responder com um comentário, esta notícia será atualizada.

Smartphone LG K62+.
Smartphones da LG continuarão sendo vendidos, mas em quantidade limitada. Imagem: LG/Reprodução

A LG também afirma, em nota, que “continuará fabricando telefones durante o segundo trimestre para cumprir as obrigações contratuais com operadoras e parceiros”. Ou seja: os celulares da marca continuarão à venda, ao menos até os estoques acabarem.

Recentemente, a companhia foi notificada por órgãos brasileiros para informar quais foram os celulares lançados nos últimos três anos; uma lista com as assistências técnicas autorizadas que prestarão serviços aos atuais consumidores; comprovação do período de vida útil dos celulares; além de informar planos de atendimento sobre garantia, reparos e reposição de peças.

Fonte: LG