Pesquisadores descobriram um exoplaneta a 90 anos-luz da Terra que tem uma atmosfera intrigante: nela podem existir nuvens de água. A descoberta faz parte de um estudo liderado por Jennifer Burt, pós-doutoranda no Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa em Pasadena, Califórnia, que será publicado na próxima edição do The Astronomical Journal.

TOI-1231 b: exoplaneta recém-descoberto é semelhante a Netuno – Nasa/JPL

Exoplanetas são planetas localizados fora do nosso sistema solar. Este que foi recém-descoberto chama-se TOI-1231 b, e conclui uma órbita completa em torno de sua estrela a cada 24 dias terrestres.

publicidade

Ele orbita uma estrela anã vermelha, ou do tipo M, conhecida como NLTT 24399, que é menor e mais escura do que estrelas como o nosso Sol.

Leia mais:

“Embora TOI 1231 b esteja oito vezes mais perto de sua estrela do que a Terra está do Sol, sua temperatura é semelhante à da Terra, em razão de sua estrela hospedeira ser mais fria e menos brilhante”, disse a coautora do estudo Diana Dragomir, professora assistente no departamento de física e astronomia da Universidade do Novo México.

Ela conta que TOI 1231 b é maior do que a Terra e um pouco menor do que Netuno. “Poderíamos chamá-lo de um sub-Netuno”.

Por que este exoplaneta pode ter nuvens

Após conseguirem determinar o raio e a massa do planeta, os pesquisadores puderam calcular sua densidade e inferir sua composição. Assim, detectaram que ele tem uma densidade baixa, o que sugere que é um planeta gasoso, diferentemente da Terra, que é um planeta rochoso. Mas ainda não foi possível determinar, ao certo, a composição do planeta ou de sua atmosfera.

Burt disse à CNN que, como TOI-1231 b é muito semelhante em tamanho e densidade a Netuno, então é possível que ele tenha uma atmosfera gasosa similarmente grande.

Dragomir acredita que “TOI1231b poderia ter uma grande atmosfera de hidrogênio ou hidrogênio-hélio, ou de vapor de água, mais densa”.

Segundo o estudo, o exoplaneta tem uma temperatura média de 140 graus Fahrenheit (60 graus Celsius), o que o torna um dos mais frios. “Comparado com a maioria dos planetas em trânsito detectados até agora, que costumam ter temperaturas escaldantes de centenas ou milhares de graus, o TOI-1231 b é positivamente frígido”, disse Burt.

E é isso que indica a possibilidade de ter nuvens em sua atmosfera, pois quanto mais frio o exoplaneta, maior essa probabilidade.

Descoberto em 2015, o exoplaneta K2-18 b foi recentemente observado com mais detalhes, e foram notadas evidências de água em sua atmosfera. “TOI-1231 b é um dos únicos outros planetas que conhecemos com tamanho e faixa de temperatura semelhantes, portanto, as observações futuras deste novo planeta nos permitirão determinar o quão comum (ou rara) é a formação de nuvens de água em torno deles”, disse Burt.

Isso torna o TOI-1231 b o candidato perfeito para observações pelo Telescópio Espacial Hubble – ou Telescópio Espacial James Webb, que está programado para ser lançado em outubro. 

Webb terá a capacidade de perscrutar a atmosfera dos exoplanetas e ajudar a determinar sua composição. E o Hubble está programado para observar o exoplaneta no final deste mês.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!