O governador de São Paulo, João Doria (PSDB/SP), anunciou na noite desta quinta-feira (23) que o estado já tem data para o retorno do público em eventos esportivos. Os jogos com torcida voltarão a acontecer já no próximo dia 4 de outubro, quando serão realizados eventos-teste com apenas 30% de lotação nas arenas.

De acordo com o plano de retorno do público em eventos esportivos, a partir de 15 de outubro será permitida lotação de 50% nas arenas, e, em 1 de novembro, será liberada a lotação máxima. Apesar da liberação, porém, haverá um protocolo de prevenção contra a Covid-19 no estado.

publicidade

Para ir até os eventos esportivos em São Paulo, será necessário que a pessoa comprove que tomou as duas doses das vacinas CoronaVac, AstraZeneca ou Pfizer, ou a dose única da Janssen. Para quem recebeu apenas uma dose, será necessário realizar um teste para Covid-19.

Esquema vacinal incompleto

Segundo o protocolo, os testes aceitos serão o de antígeno, ou, “teste rápido”, realizado 24 horas antes da partida. Também será aceito o teste PCR, que pode ser realizado até 48 horas antes da abertura dos portões. Em caso de testes positivos ou realizados em um período maior, a pessoa será barrada.

De acordo com dados do Vacinômetro, atualizados diariamente pela Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp), já foram aplicadas mais de 61 milhões de doses no estado. Dessas, mais de 24 milhões já receberam as duas doses ou dose única, cerca de 53% da população.

A decisão é uma espécie de recuo de João Doria, que havia garantido que não anteciparia o retorno do público em eventos esportivos em São Paulo antes do dia 1º de novembro. Além das partidas de futebol, o GP de São Paulo de Fórmula 1, marcado para 14 de novembro, também terá público.

Outros estados

Jogador do CSA de Alagoas assiste a bola entrar
Vitória do CSA/AL sobre o Botafogo/RJ teve público nesta quinta-feira (23). Crédito: Augusto Oliveira/CSA

Além de São Paulo, outros dois estados anunciaram o retorno do público aos estádios nesta quinta-feira (23). Durante a manhã, o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB/AL), liberou 30% do público total do Estádio Rei Pelé, em Maceió, o que totaliza 3 mil pessoas nas arquibancadas.

Leia mais:

No fim da tarde, foi a vez do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB/PE), autorizar o retorno do público nos principais estádios do estado, Arruda, Ilha do Retiro e Aflitos. Em Pernambuco, será permitida até 20% da lotação total ou 2.500 espectadores.

Via: G1 e Folha de Pernambuco

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!