Imagens chocantes compartilhadas no Twitter mostram o momento em que uma igreja envolta em uma nuvem de cinzas escuras desmorona ao ser atingida pela lava do vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma.

A ilha, que abriga cerca de 85 mil habitantes, foi abalada pela erupção do vulcão Cumbre Vieja no dia 19, que destruiu mais de 500 edifícios e 19 quilômetros de estradas, de acordo com o jornal The Washington Post.

Na sexta-feira (24), novas aberturas de ventilação deixaram o jato de lava ainda mais forte, quase cinco dias após o início da erupção vulcânica.

Leia mais:

Agora, a erupção está finalmente começando a desacelerar com o vulcão entrando em uma fase de “baixa atividade”, de acordo com a Associated Press. Na manhã desta segunda-feira, o vulcão parou por algumas horas, até voltar a expelir fumaça.

Fazendo uma descida vagarosa, mas bastante destruidora, a lava está rumando em direção à costa. 

Encontro da lava do vulcão Cumbre Vieja com o mar deverá gerar nuvens de gás tóxico

Especialistas dizem que a entrada de lava na água do mar enviará nuvens de gás tóxico para o ar, causando explosões e uma fragmentação da rocha derretida. “A inalação ou contato com gases e líquidos ácidos pode irritar a pele, os olhos e o trato respiratório e causar dificuldades respiratórias, especialmente em pessoas com doenças respiratórias pré-existentes”, alertou Instituto Vulcanológico das Canárias (Involcan).

No aeroporto de La Palma, onde o tráfego aéreo foi interrompido no sábado por 24 horas devido às cinzas, a companhia aérea local Binter disse que não conseguiu retomar os voos.

“Paramos nossas operações em La Palma novamente depois de tentar fazer um primeiro voo hoje e encontrar condições não seguras o suficiente”, postou no Twitter a companhia aérea, que tem sede nas Ilhas Canárias, dizendo que tentaria novamente na terça-feira (28).

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!