A adaptação da graphic novel de Brian K. Vaughan e Pia Guerra, ‘Y: The Last Man’, produzida pela FX/Hulu – e disponível no Brasil pelo Star+ – não terá uma segunda temporada. O cancelamento da produção foi anunciado pela showrunner Eliza Clark e pela atriz Amber Tamblyn em uma publicação no Twitter postada neste domingo (17).

“Nunca em minha vida estive tão comprometida com uma história, e ainda há muito o que contar”, escreveu Clark, que disse esperar que a série sobre gênero e identidade encontre outra saída para se manter. “A FX tem sido uma parceira incrível. Adoramos trabalhar com eles e estamos tristes por ‘YTLM’ não avançar na FX e no Hulu. Mas sabemos que outra pessoa terá muita sorte em ter essa equipe e essa história. Estamos empenhados em encontrar o próximo lar para ‘Y’”, completou a produtora.

publicidade

Leia também:

‘Y: The Last Man’ conta a história de um mundo pós-apocalíptico no qual um evento cataclísmico dizima todos os primatas com cromossomo Y, menos Yorick Brown (Ben Schnetzer), um homem cisgênero e seu macaco de estimação. Enquanto busca sobreviver nesse ambiente hostil, Yorick conta com o suporte da Agente 355 (Ashley Romans), que se encarrega de proteger o jovem. O núcleo principal de personagens ainda conta com a mãe de Yorick, Jennifer Brown (Diane Lane), sua irmã, Hero (Olivia Thirlby).

Ben Schnetzer como Yorick Brown
Ben Schnetzer como Yorick Brown em ‘Y: The Last Man’. Imagem: Star+/Divulgação

Com dez episódios, a série estreou em 13 de setembro, mas veio em desenvolvimento desde o fim de 2015, quando o próprio criador, Brian K. Vaughan, readquiriu os direitos de adaptação que estavam com a New Line. Até finalmente ser rodada, a série passou por diversos problemas, que incluíram a troca dos showrunners e dos protagonistas. Ainda assim, havia grande expectativa para a produção.

A versão original em quadrinhos foi publicada em 60 edições entre 2002 e 2008. O título saiu originalmente pelo selo Vertigo, da DC Comics, dedicado a quadrinhos considerados para públicos mais maduros, a exemplo de ‘Sandman‘, Preacher’ e ‘Sweet Tooth‘. No Brasil, a revista foi traduzida como ‘Y: o Último Homem’ e publicada pela editora Panini.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!