Com a chegada do MacOS Monterey ao público, muitas novidades que não haviam sido divulgadas pela Apple estão sendo descobertas pelos usuários. O sistema operacional possui um modo “high power mode” em beta que pode otimizar o desempenho do MacBook Pro de 16 polegadas com processador M1 Max, aumentando ainda mais a potência do processador.

Ao ser questionada, a Apple confirmou que o modo de alta potência está nos planos para chegar para todos os usuários em breve. A empresa não divulgou de quanto seria o aumento no desempenho do MacBook Pro com M1 Max.

publicidade

No passado, a Apple teve problemas ocasionais com afogamento térmico de processadores Intel quando usuários tentavam acionar modos como overclock, por exemplo. De acordo com a Apple, os novos M1 Max possuem uma tecnologia térmica que garante que os processadores operem em alto desempenho por um longo tempo.

Ainda de acordo com a fabricante, embora não seja o recomendado, usuários do MacBook Pro de 14 polegadas com o chip M1 Pro também conseguirão ativar ao “high power mode”, embora os resultados não sejam tão positivos quanto os obtidos em um laptop com M1 Max.

Leia mais:

GPU do M1 Max é 181% superior aos MacBooks com AMD

De acordo com testes de benchmark dos processadores no Geekbench, o M1 Max pode oferecer gráficos até 181% mais potentes que a geração anterior.

De acordo com a plataforma de testes, a GPU do Apple M1 Max marcou 68870 pontos. Os resultados foram obtidos em um MacBook Pro de 16 polegadas com 64 GB de RAM. Em termos comparativos, a AMD Radeon Pro 5300M, presente no MacBook Pro da geração anterior, tem pontuação de apenas 24461 no Geekbench, mesmo quando comparado a modelos mais completos como a Radeon PRO 5600M, o M1 Max ainda tem gráficos 62% superiores.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!