Poucos dias depois de anunciar o lucro recorde de US$ 1,6 bilhão no terceiro trimestre deste ano, a Tesla aumentou neste fim de semana os preços de quatro de seus carros elétricos.

Os mais inflacionados foram o Model S e Model X, que agora custam US$ 5.000 (R$ 28.555, na conversão deste domingo (24) pelo Banco Central do Brasil) a mais – US$ 94.990 (R$ 542.497) e US$ 104.990 (R$ 599.6088), respectivamente.

publicidade

Leia mais:

Já o Model 3 e o Model Y passaram a ser vendidos por US$ 2.000 (R$ 11.422) a mais – US$ 43.990 (R$ 251.231) e US$ 56.990 (R$ 325.475), respectivamente.

“Às vezes, para o público, nossas mudanças de preços podem não parecer fazer sentido lógico. O aumento da demanda por veículos elétricos nos pegou um pouco desprevenidos”, disse Zach Kirkhorn, CFO da companhia, na teleconferência com investidores para falar sobre os lucros do terceiro trimestre de 2021.

Elon Musk falou em junho sobre o aumento dos preços da Tesla

Em junho deste ano, Elon Musk, CEO da Tesla, afirmou que os aumentos dos preços Model 3 e Model Y durante o primeiro semestre de 2021 aconteceram, em grande parte, graças à escassez da cadeia de suprimentos.

Vale lembrar, no entanto, que a companhia fez mudanças no software dos veículos para que pudesse oferecer suporte a chips alternativos.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!