Lançado em 2017, o Nintendo Switch ainda tem mais pelo menos cinco anos de novos jogos pela frente. É o que garante o presidente da Nintendo, Shuntaro Furukawa. Em uma recente sessão de perguntas e respostas com investidores, o executivo afirmou que o sistema está “no meio de seu ciclo de vida”.

Seu antecessor, o Wii U, durou bem menos: foi de 2012 a 2017. Mas o Wii, hit anterior da fabricante japonesa, recebeu versões e suporte da fabricante por 11 anos. Por isso, os investidores perguntaram a Furukawa sobre planos para o próximo console da Nintendo.

publicidade

“Não podemos comentar sobre o próximo sistema de jogo neste momento”, comentou o executivo. “Já é o quinto ano desde o lançamento do Nintendo Switch, e a venda total de hardware ultrapassou 90 milhões de unidades. Reconhecemos que o sistema está no meio de seu ciclo de vida”.

Shuntaro Furukawa
Shuntaro Furukawa é presidente da Nintendo desde 2018. Imagem: Nintendo/Divulgação

De acordo com Furukawa, o lançamento do Nintendo Switch – OLED também tem contribuído para o contínuo impulso de vendas do console. “Agora estamos oferecendo aos consumidores três modelos de Nintendo Switch para combinar com seus estilos de jogo e estilo de vida, bem como uma ampla gama de software. Com isso, acreditamos que foi lançada uma base para o crescimento que excede o que considerávamos anteriormente um ciclo de vida de hardware convencional”, completou o presidente da Nintendo.

Leia também:

As vendas do Switch, porém, devem desacelerar por causa da escassez mundial de chips. A empresa japonesa planeja diminuir sua produção em 20% até o dia 31 de março do ano que vem – que marca o fim do ano fiscal. O total de unidades produzidas do Switch deve ficar em 24 milhões até a data prevista. A mudança de planos deve afetar não somente o novo modelo com tela OLED, mas também todas as variantes produzidas pela Nintendo – com a versão original e o Lite entrando no pacote.

Via: Destructoid

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!