A corretora de criptomoedas Crypto.com anunciou nesta quinta-feira (25) uma parceria multi-anual com a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL). Até o ano de 2026, conforme o comunicado da empresa, a plataforma de negociação de criptoativos será um patrocinador oficial da competição mais relevante do futebol da América do Sul, a Copa CONMEBOL Libertadores. 

A marca ‘Crypto.com’, inclusive, já estará presente na final da competição deste ano, que ocorre neste sábado (27) em uma partida entre Flamengo e Palmeiras. “Nos acompanhe no sábado na final em Montevidéu!”, diz o tuíte da corretora ao anunciar a novidade.

publicidade

A Crypto.com também será a primeira marca de uma empresa integrada ao Assistente de Árbitro Virtual (VAR) e terá exposição nos estádios, eventos e transmissões da CONMEBOL Libertadores — vale lembrar que a Visa também fechou um acordo com a Crypto.com este mês para lançar um cartão que pode ser “carregado” com bitcoins.

Veja também

Lançamento de NFTs

Além da parceria dentro do campo, a CONMEBOL e a Crypto.com também vão desenvolver coleções de NFTs (tokens não fungíveis) baseados na história da CONMEBOL Libertadores. Os ativos digitais, segundo a corretora, serão negociados na plataforma de NFTs da própria Crypto.com.  

Por fim, o anúncio da parceria, além de reforçar o posicionamento da Crypto.com no mundo do esporte, também destaca que o foco da empresa é ampliar a sua participação no mercado de criptomoedas na América Latina. Pelo menos é o que indica Kris Marszalek, cofundador e CEO da Crypto.com:

“Nossa pesquisa mostra que a América Latina está liderando o caminho para a adoção de criptomoedas, com 40% dos latino-americanos dizendo que estão interessados em comprar cripto em um futuro próximo. Naturalmente, estávamos ansiosos em apoiar a competição de futebol de clubes mais importante do continente, aumentando nosso portfólio de patrocínios esportivos de classe mundial”.

Vale ressaltar que outras entidades esportivas também firmaram contratos com a Crypto.com, incluindo: NBA, UFC, Fórmula 1 e o clube francês Paris Saint-Germain.

Via: Cointelegraph

Imagem principal: P_galasso2289/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!