Elon Musk optou por vender mais uma vez o equivalente a pouco mais de US$ 1 bilhão em ações da Tesla. Somando as outras negociações recentes, o bilionário — que segundo o índice da Bloomberg possui um patrimônio líquido de US$ 278,9 bilhões — afirmou no Twitter que está perto de alcançar a meta de reduzir em 10% a sua participação na empresa.

Vale lembrar que essa tendência de vender ações da Tesla começou em novembro, após Musk ter questionado os seus seguidores no microblog se deveria ou não diminuir a sua parcela na companhia.

publicidade

Conforme o documento enviado às autoridades da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), o CEO se desfez de 934.090 ações da montadora de carros elétricos.

Elon Musk decide se desfazer de mais US$ 1 bi em ações da Tesla
Vale ressaltar que no acumulado anual, os papéis da Tesla tiveram alta de 54% e são negociados no momento da publicação a cerca de R$ 194 cada. Imagem: Eviart/Shutterstock

Considerando a nova venda, as negociações recentes já somam US$ 16,4 bilhões (R$ 93,4 bilhões na cotação atual) e 15,6 milhões de ações vendidas — para alcançar o seu objetivo, Musk precisa se desfazer de cerca de 17 milhões de ações.

Leia mais:

Musk pagará mais de US$ 11 bilhões em impostos em 2021

Musk, que também é CEO e fundador da SpaceX, anunciou na última semana que pode pagar mais de US$ 11 bilhões em impostos nos Estados Unidos em 2021 (em conversão direta, algo perto da casa dos R$ 63 bilhões). 

A quantia pode ser considerada a maior arrecadação da história do país norte-americano e foi revelada pelo próprio empresário também em seu perfil no Twitter.

O valor estrondoso está de acordo com um relatório da CNBC, que estima que Musk já pagou US$ 7 bilhões em impostos este ano (mais de R$ 40 bilhões) e pagará mais US$ 5 bilhões até o dia 1º de janeiro de 2022.

Imagem principal: Win McNamee/Shuttestock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.