O governo dos Estados Unidos anunciou um investimento de mais de US$ 700 milhões do setor privado para o carregamento de veículos elétricos no país. Esse montante, em nossa moeda, significa mais de R$ 3,73 bilhões, para termos uma ideia.

Como parte dos objetivos, está o de conseguir alcançar um volume de mais de 250 mil carregadores de elétricos sendo produzidos por ano nos Estados Unidos. Além disso, esse movimento pretende criar 2 mil empregos adicionais.

publicidade

Leia também:

“Os investimentos privados históricos seguirão os US$ 7,5 bilhões da Lei de Infraestrutura Bipartidária do presidente Biden para construir uma rede nacional de carregadores de EV, permitindo carregamento conveniente e uniforme em casa, no trabalho e em todo o país”, diz o anúncio oficial. A maioria do investimento privado em destaque vem das empresas Electrify America e Siemens.

Promovendo o uso de elétricos nos Estados Unidos

No final do mês passado, a Electrify America, pertencente ao Grupo Volkswagen, recebeu um investimento de R$ 450 milhões para suas estações de carregamento de elétricos. Parte feita pela proprietária VW, parte feita pela Siemens, que se tornou acionista minoritária, com assento no conselho da empresa.

Esse movimento está voltado à rápida implantação de até 10.000 carregadores ultrarrápidos em 1.800 estações de carregamento, mais do que o número de carregadores de alta potência disponíveis atualmente nos Estados Unidos. A participação da Siemens na Electrify America é acompanhada por uma ação da empresa a caminho de construir um milhão de carregadores de veículos elétricos nos próximos quatro anos no país.

Mais de US$ 250 milhões foram investidos pela Siemens nos EUA nos últimos seis meses, incluindo expansões de seus locais de fabricação em Grand Prairie, no Texas, e em Pomona, na Califórnia. A Siemens também anunciou um investimento minoritário de US$ 25 milhões em uma empresa de carregamento sem fio com sede no país.

Como meta, o governo Biden pretende que 50% dos carros novos vendidos nos Estados Unidos em 2030 sejam elétricos. O atual governo americano também ativou seu poder de compra para adquirir mais veículos com emissão zero até 2027 e veículos 100% com emissão zero até 2035.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!