A Activision Blizzard concordou em pagar US$ 35 milhões para resolver questões regulatórias vinculado ao processo que decidiria se suas divulgações aos investidores devem refletir qualquer reclamação de funcionários sobre má conduta no local de trabalho.

A investigação da SEC (similar à CVM) também alegou que a Activision violou a regra de proteção ao denunciante. A companhia finalizou a investigação sem admitir ou negar as acusações da SEC.

publicidade

Leia mais:

A empresa passou, há pouco, por casos de assédio sexual contra funcionárias. A investigação da SEC examinou o que a administração da Activision sabia sobre tais casos e como os abordou internamente, segundo o The Walt Street Journal.

publicidade

Um porta-voz da Activision declarou que o conselho da empresa chegou à conclusão de que não havia “assédio generalizado ou sistêmico, retaliação ou discriminação” na empresa e que estava satisfeito por resolver “amigavelmente” o assunto.

“Como o pedido reconhece, aprimoramos nossos processos de divulgação com relação aos relatórios do local de trabalho e atualizamos nossa linguagem do contrato de separação”, disse ele. “Fizemos isso como parte de nosso compromisso contínuo com a excelência operacional e a transparência.”

publicidade

De acordo com a SEC, o sistema da produtora de games não foi projetado para coletar e analisar reclamações acerca de más condutas no espaço de trabalho. Como resultado, tanto a administração, como os diretores, não tinham essas informações em muitas das vezes.

A empresa atualizou seus processos entre 2020 e 2022 para melhor garantir que as reclamações dos funcionários sejam documentadas e comunicadas à alta administração e aos advogados da Activision, ainda de acordo com a SEC.

publicidade

A multa de US$ 35 milhões é uma penalidade significativa para um caso de execução focado nos procedimentos de divulgação de uma empresa. A SEC, por meio de seu presidente, Gary Gensler, e o diretor de execução, Gurbir Grewal, aumentaram as penalidades, dizendo que as multas precisam ser mais altas para efetivamente impedir irregularidades.

Investigação antitruste

Este não é o único processo no qual a Activision está envolvida. A própria SEC está analisando a polêmica aquisição da empresa pela Microsoft, sob a acusação de antitruste, bem como os órgãos na Inglaterra. No Brasil, o CADE aprovou a compra.

Com informações de The Walt Street Journal

Imagem destacada: Divulgação/Activision Blizzard

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!