O lançamento do smartwatch da Xiaomi, assim como os novos smartphones da companhia, estão marcados para a próxima terça-feira, dia 5 de novembro. Faltando uma semana para o evento, o smartwatch da empresa já levantou polêmicas depois que o CEO, Lei Jun, revelou no Weibo algumas fotos oficiais do dispositivo, que lembra muito o modelo da concorrência. Afinal, seu design retangular e com a coroa no lado superior é muito similar ao do Apple Watch.

Porém, não estamos falando de uma cópia exata. Em outras imagens, o relógio da Xiaomi aparece sendo muito mais quadrado, borda curva, design mais angular – o que lembra muito mais o estilo de um relógio tradicional. Além disso, a pulseira parece estar embutida no próprio corpo e parece não ser substituível. Existem duas opções de cores: cinza escuro ou prata.

publicidade

Reprodução

Sobre as especificações técnicas, o relógio terá um processador Qualcomm Snapdragon 3100, assim como alguns dos mais recentes relógios inteligentes Fossil. Imagens também mostram que o dispositivo terá um slot que, por enquanto, permanece misterioso, uma vez que o relógio utilizará um eSIM para conectividade. Além disso, o dispositivo terá Wi-Fi, Bluetooth e NFC.

Reprodução

A respeito do sistema operacional, não sabemos qual software a empresa usará para o relógio. Apesar de smartphones da Xiaomi conseguirem rodar tanto Android quanto a interface MIUI, não signfica que o Xiaomi Watch terá o WearOS instalado. A companhia pode optar, por exemplo, por usar um sistema operacional personalizado no relógio – pelo menos para qualquer modelo lançado na China.

O mercado de smartwatches está cada vez maior e acirrado: de gigantes da tecnologia como Apple e Samsung, até versões inteligentes de marcas conhecidas como Kate Spade e Diesel, produzidos pela Fossil. Até o momento, não se sabe se o aparelho terá lançamento internacional.

Via: Digital Trends