E a “guerra de streaming” vai ficando cada vez mais acirrada. Após o rebranding que lhe transformou em Paramount+, a plataforma anunciou nesta quinta-feira (6), em uma reunião com investidores da ViacomCBS, seu ambicioso plano para 2022: o lançamento de um filme original por semana. 

Segundo os executivos, foi a bem-sucedida distribuição de ‘Bob Esponja: O Incrível Resgate’ que originou a ideia. Entretanto, passarão a contar para a meta o lançamento de filmes após a janela de 45 dias das salas de cinema.

publicidade

Ou seja, longas-metragens do estúdio já anunciadas para as telonas para este ano, como ‘Missão Impossível 7’, ‘Um Lugar Silencioso – Parte II’, e ‘007 – Sem Tempo Para Morrer’ serão vistos como “produções originais” aos olhares da plataforma e estarão disponíveis no serviço já em 2021.

Leia mais:

Aliás, alguns desses lançamentos para o cinema já têm data de estreia na plataforma. ‘Um Lugar Silencioso – Parte II’ estreia no streaming dia 12 de julho e ‘007 – Sem Tempo Para Morrer’ no dia 22 de novembro.

Pôster de "Um Lugar Silencioso - Parte 2"
Imagem: Paramount Pictures/Divulgação

Para 2022, também estão previstos para estrear no Paramount+ a próxima sequência da franquia ‘Pânico’, ‘Sonic: O Filme 2’, ‘Atividade Paranormal 7’ e uma produção derivada de ‘Um Lugar Silencioso’.

Durante a reunião com os investidores, também foi anunciada a adição de mais de 1000 filmes ao catálogo do serviço. “E serão grandes filmes, não apenas um acervo padrão de uma biblioteca”, disse o CEO Bob Bakish. Essa adição deve acontecer até julho deste ano, catapultando o acervo do Paramount+ em mais de 2500 filmes.

Assinaturas a todo vapor

Lançado nos Estados Unidos em 4 de março, o Paramount + foi o resultado de uma transformação na antiga plataforma do grupo ViacomCBS, o CBS All Access. A modificação da plataforma também resultou em números gloriosos para a empresa.

Atualmente, o grupo ViacomCBS detém mais de 36 milhões de assinantes distribuídos entre o Paramount+, o Pluto TV e a Showtime. Mas, o diretor financeiro Naveen Chopra garante: “a maior parte de nossos novos assinantes são do Paramount+, e majoritariamente dos Estados Unidos”.

Como o Paramount+ funciona no Brasil?

No Brasil, a plataforma da ViacomCBS cobra uma mensalidade de R$19,90 para oferecer conteúdo da Paramount e parte do catálogo da CBS, Showtime, MTV e Nickelodeon. Como não poderia deixar de ser, o serviço também conta com produções originais e filmes adicionados logo após a janela de exibição nos cinemas.

'Schitt’s Creek'. Imagem: Paramount/Divulgação
Queridinha da crítica, a ‘Schitt’s Creek’ pode ser encontrada na plataforma. Imagem: Paramount/Divulgação

É possível assinar o streaming diretamente pelo site (pelo aplicativo no Fire TV Stick, e em breve para Android e iOS), ou por meio de parceria com outras distribuidoras, como distribuidoras, como a Apple TV e a Amazon Prime Video. O preço cobrado mensalmente será o mesmo, e as duas formas também dão a primeira semana grátis.

O que assistir na plataforma?

Como os estúdios que fazem parte da ViacomCBS já tinham contrato com outras plataformas de streaming no Brasil, parte do conteúdo da Paramount+ também já podia ser encontrado em outros serviços – especialmente a Amazon Prime Video e Globoplay. Séries como ‘The Handmaid’s Tale’, ‘Dexter’, ‘The Office’, ‘iCarly’ e ‘Elementary’ já estavam disponíveis por aí.

Handmaids tale
‘The Handmaid’s Tale’ estará no Paramount+. Crédito: Hulu/Divulgação

Outras séries até já fizeram parte do catálogo passado dos concorrentes, mas saíram e agora só estão na Paramount+, como ‘Californication’, ‘The Good Wife’, ‘Twin Peaks’ (a original de 1990) e ‘Frasier’. Alguns realities até têm temporadas em outras plataformas, mas contam com mais conteúdo no novo serviço, especialmente os da MTV, como ‘De Férias com o Ex’, ‘Jersey Shore’ e ‘Are You The One?’.

Com informações do IndieWire e do Game Spot.