Oleg Novitskiy e Pyotr Dubrov, dois dos sete membros da tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS), gravaram um tour em vídeo pelo módulo russo Nauka, que ancorou na estação na semana passada. Após o encaixe, o módulo sofreu uma falha de software que o fez disparar acidentalmente seus propulsores, fazendo com que a estação espacial girasse e tivesse sua posição alterada temporariamente. No entanto, agora que a situação se estabilizou, os cosmonautas finalmente conseguiram abrir a escotilha do novo laboratório e espiar seu interior.

Além de Novitskiy e Dubov, fazem parte da tripulação da ISS os astronautas da Nasa Shane Kimbrough, Megan McArthur e Mark Vande Hei; além de Akihiko Hoshide, do Japão, e do astronauta Thomas Pesquet, da Agência Espacial Europeia (ESA). 

publicidade

Leia mais:

Incidente entre módulo Nauka e ISS adiou o acesso dos cosmonautas ao laboratório espacial

Na última quinta-feira (29), Novitskiy e Dubrov estavam se preparando para abrir a escotilha de acesso ao Nauka, quando o módulo inadvertidamente disparou seus propulsores e começou a “empurrar” a estação. Minutos depois, a ISS começou a perder o controle de atitude, responsável por manter sua orientação em relação à Terra. 

Os cosmonautas russos Oleg Novitskiy e Pyotr Dubrov dentro do módulo Nauka após abrir a escotilha. Imagem: Thomas Pesquet / ESA / NASA / Flickr

O controle de atitude foi perdido completamente às 13h42. Para compensar a aceleração, os propulsores do módulo de serviço da ISS foram acionados, seguidos dos propulsores de uma espaçonave de carga Progress que atualmente está acoplada à estação. O controle de atitude só foi recuperado às 14h29, quando o combustível dos propulsores do Nauka se esgotou.

Novitskiy e Dubrov começaram a desempacotar e configurar o novo hardware entregue a bordo da espaçonave. Uma série de caminhadas espaciais precisará ser realizada para preparar totalmente o Nauka para suas atividades.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!