Um chapéu com amostras de DNA de Napoleão Bonaparte foi encontrado em Hong Kong e apresentado pela casa de leilões Bonhams nesta segunda-feira (6). O acessório tem alguns fios de cabelo que provam que ele pertenceu ao líder militar francês, morto em 1821.

A casa de leilões descreveu o artefato como o primeiro chapéu com o DNA de Napoleão. O acessório ficará em exposição na unidade da Bonhams em Hong Kong, mas logo será enviado para Paris e depois, Londres. Na capital inglesa, o chapéu será leiloado em 27 de outubro.

publicidade
Chapéu que pertenceu a Napoleão Bonaparte
O chapéu será levado para Paris e depois Londres, onde será leiloado. Crédito: Bonhams/Divulgação

O chapéu em questão é um daqueles que sempre vemos nas pinturas de Napoleão e outras figuras proeminentes da época da Revolução Francesa. O modelo se chama bicorne ou bicórneo, e se caracteriza por ter dois bicos com abas largas que são recolhidas para cima.

Não se sabe exatamente em qual fase de sua campanha de conquistas Napoleão usou o chapéu, que parece estar em ótimo estado de conservação para um acessório que tem pelo menos 200 anos. Segundo Bonhams, o encontro foi totalmente casual e um golpe de sorte.

Encontrado por acaso

O atual proprietário do acessório o comprou de uma pequena casa de leilões da Alemanha sem saber que o artefato tinha pertencido ao general francês. Na época, o comprador pensou se tratar de um simples chapéu dos tempos da Revolução Francesa, mas alguns detalhes chamaram sua atenção.

O dono ficou intrigado com algumas inscrições presentes no artefato, que sugeriam que ele pertenceu a Napoleão. Análises iniciais apontaram que a idade e tipo do chapéu correspondiam ao tempo em que Napoleão viveu.

Com o uso de técnicas modernas de investigação, como a microscopia eletrônica, foram descobertos cinco fios de cabelo. Após a realização de exames de DNA, a suspeita foi comprovada: o chapéu realmente tinha sido de Napoleão Bonaparte.

Valor menor

Este não é o único chapéu napoleônico existente no circuito dos leilões, porém, este tem uma história particular. A maior parte dos outros artefatos do tipo foram entregues por famílias nobres ligadas ao líder francês ou dados a soldados como uma espécie de presente.

Leia mais:

Diferente desses outros, não é possível rastrear a história deste chapéu e saber como ele foi parar em uma pequena casa de leilões da Alemanha como um chapéu apócrifo. Por isso, seu valor estimado é bem menor do que o de outros acessórios napoleônicos que já foram leiloados.

Enquanto existem chapéus que foram vendidos por até US$ 2,5 milhões (R$ 12,9 milhões, na cotação atual) este chapéu deve ser arrematado por um valor entre US$ 138.000 e US$ 207.000 (R$ 713.000 e R$ 1,07 milhão).

Via: CNN Brasil

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!