A Apple contratou o engenheiro que desenvolveu o piloto automático da Tesla, Christopher “C.J.” Moore, para trabalhar no projeto de seu carro autônomo. De acordo com a agência de notícias Bloomberg, Moore responderá na empresa de celulares a outro ex-Tesla, Stuart Bowers, que agora atua como vice-presidente de engenharia.

A Apple vem apostando forte no Projeto Titan, iniciativa que trabalha no desenvolvimento do Apple Car. Anteriormente, a empresa americana contratou Ulrich Kranz, ex-executivo da BMW (e responsável pela realização do i3 e do i8), para trabalhar na produção do carro elétrico, e realocou Kevin Lynch, ex-CTO da Adobe, para substituir Doug Field como chefe do projeto — o último, por sua vez, de volta à Ford.

publicidade

A Apple também foi atrás de ex-funcionários da Tesla, como o designer Andrew Kim e o especialista em sistemas de acionamento Michael Schkewutsch, e, agora, o engenheiro C.J. Moore, responsável por desenvolver o software de piloto automático.

Desavenças com Elon Musk

Moore deixou a Tesla em outubro por motivos desconhecidos, mas sua discordância com Elon Musk é pública. Em março, a companhia americana teve uma reunião com a Divisão de Veículos Autônomos da Califórnia para discutir a expansão do programa beta da tecnologia FSD (Full-Self Driving).

Durante a reunião, Moore foi questionado se a declaração de Musk de que o carro “andaria sozinho e com confiabilidade superior à humana” fazia sentido sob um ponto de vista técnico e a resposta do engenheiro foi negativa.

De acordo com ele, a Tesla se encontra em um Nível 2 de pilotagem, que se refere a um sistema de direção semiautônomo, isto é, que ainda requer a supervisão de um motorista. Somente o Nível 5 de pilotagem corresponderia a uma condução 100% automática, o que seria impossível no presente.

Em outubro, Moore também chegou a ser chamado para depor às autoridades dos Estados Unidos sobre os acidentes com o piloto automático da Tesla, mas justamente à época descobriu-se que ele não estava mais empregado na companhia e o requerimento foi cancelado.

Via The Verge

Imagem: Zorro Gabriel/Shutterstock

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!