Nesta quarta-feira (24), a Nasa divulgou que o rover Perseverance obteve sua quarta amostra do solo de Marte, uma semana depois de coletar a terceira. De acordo com a equipe responsável pela missão, o equipamento perfurou outro núcleo da mesma rocha inspecionada da última vez, armazenando consigo um pedaço de um mineral esverdeado chamado olivina.

“Uma pedra tão bonita, que eu experimentei duas vezes! Acabei de fechar e lacrar meu quinto tubo de amostra, com outra peça desta interessante rocha. Estou dobrando as amostras em alguns alvos de alta prioridade como este”, postou a equipe no Twitter, revelando que, em lugares mais interessantes, o rover coleta duas amostras.

publicidade

Conforme relata o tweet, o Perseverance já utilizou cinco tubos de amostragem, mas um deles está vazio, já que a primeira rocha que o robô tentou perfurar, em agosto, mostrou ser excepcionalmente macia, desintegrando-se em pedaços que não entraram no tubo de titânio que faz a coleta.

Leia mais:

Cientistas do Perseverance estudam origem da olivina de Marte

Na Terra, minerais como basalto e olivina são comumente encontrados em pedaços solidificados de lava conhecidos como rochas ígneas.

Segundo a Nasa, os cientistas da missão Perseverance estão tentando encontrar uma correlação entre olivina e carbonatos, minerais especiais que são normalmente formados quando o dióxido de carbono interage com a água líquida.

Selfie feita pelo robô Perseverance na superfície de Marte, com o helicóptero Ingenuity ao seu lado
O rover Perseverance trabalha coletando amostras em Marte desde fevereiro. Imagem: NASA/JPL-Caltech

Recentemente, a cratera Jezero, região onde o Perseverance pousou em fevereiro deste ano, foi confirmada como um antigo leito de lago seco – e apresenta uma grande quantidade de depósitos de carbonato, tornando-a um local ideal para investigar a possível antiga habitabilidade de Marte.

Agora, a equipe quer entender como a cratera Jezero se tornou berço de depósitos de olivina. Uma teoria sugere que isso pode ser resultado de resíduos de cinza explosiva – ou a prova de que a cratera de Jezero é de fato uma bacia de lago seca.

A coleta da quarta amostra pelo Perseverance significa mais um passo para descobrir os muitos segredos sobre a agitada história de Marte.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!