Além da excelente relação custo-benefício em seus smartphones, a fabricante chinesa Xiaomi também se notabiliza pela inovação em seus aparelhos. Algo muito alardeado pelos fãs da marca, inclusive, é a capacidade das baterias dos aparelhos produzidos pela empresa.

E essa alta capacidade das baterias da Xiaomi promete ser ampliada graças a uma nova tecnologia anunciada pela empresa na última sexta-feira (10). As novas baterias da Xiaomi terão capacidade de receber até três vezes mais silício em comparação com os equipamentos atuais, aumentando a capacidade em 10%.

publicidade
Imagem ilustra a diferença entre a geração atual e a próxima das baterias da Xiaomi. Crédito: Xiaomi/Divulgação

De acordo com a Xiaomi, essas inovações devem fazer com que a vida útil de suas baterias seja aumentada em 100 minutos por recarga, mas com o mesmo tamanho. Porém, esse tempo deve variar de aparelho para aparelho, com base em outros fatores, como a taxa de atualização e o tipo de processador utilizado.

Lançamento em 2022

Em uma postagem no Weibo, uma rede social chinesa semelhante ao que é o Twitter para o ocidente, as baterias com a nova tecnologia devem começar a ser produzidas em massa já no segundo semestre de 2022. Isso significa que os aparelhos da Xiaomi lançados no fim do ano que vem já deverão contar com a inovação.

publicidade

Leia mais:

Porém, isso quer dizer que os aparelhos da série Xiaomi 12, os próximos flagships da marca, com previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2022, não terão as novas baterias. Além da alegria dos fãs, essas atualizações devem ser bastante úteis, especialmente na nova era que vivemos na telefonia móvel.

publicidade

Com a tecnologia 5G, as taxas de atualização dos softwares ficaram muito mais altas, o que eleva bastante o consumo de bateria. Além disso, a nova tecnologia também deve permitir inovações de design, com telefones mais finos, menores e dobráveis, com, teoricamente, a mesma capacidade de bateria dos aparelhos atuais.

Via: Android Authority

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!