Veículos e Tecnologia

Montadora de caminhões Nikola vai criar seus próprios postos de hidrogênio

Por Ronnie Mancuzo, editado por Fábio Marton
01/10/21 11h14
veículo sendo abastecido com hidrogênio, ilustrando o que a Nikola busca com a parceria anunciada

A startup americana Nikola Corp., montadora de caminhões elétricos e movidos a hidrogênio, anunciou um acordo com a Opal Fuels LLC, que produz e fornece gás natural renovável (RNG, ou biometano), para construírem postos de abastecimento de hidrogênio na América do Norte. Juntas, as empresas irão desenvolver e comercializar a infraestrutura dessas estações, visando acelerar a adoção de veículos elétricos movidos a células de combustível (FCEVs).

Se o nome acende uma luz, a Nikola, como a Tesla, homenageia em seu nome o engenheiro sérvio-americano Nikola Tesla – o pai da corrente alternada, que queria literalmente eletrificar a Terra, transmitindo energia grátis pelo solo. As duas não tem qualquer relação; pelo contrário, a Nikola já processou a Tesla clamando ter suas patentes de tecnologia infringidas pela concorrente maior.

O foco inicial da colaboração, segundo o anúncio oficial da Nikola, está em atender “com mais segurança e confiabilidade” às necessidades de grandes frotas privadas que utilizam sua própria infraestrutura de abastecimento. A parceria também identificará e avaliará oportunidades para estabelecer estações de hidrogênio de acesso público.

De acordo com a Nikola, a colaboração deverá combinar a oferta de locação de seus FCEVs com a experiência da Opal Fuels no desenvolvimento, construção e operação de postos de abastecimento de caminhões pesados. A Opal já construiu mais de 350 estações de gás natural renovável em toda a América do Norte.

Leia mais:

As empresas pretendem apresentar uma solução completa nesse sentido, incluindo desenvolvimento de melhores práticas e padrões para projetos e protocolos de estações de reabastecimento de hidrogênio. Em resumo, o acordo procura atingir objetivos de sustentabilidade delas e de seus clientes, conforme a transição das frotas para veículos com emissão zero é intensificada.

A Nikola e a Opal Fuels pretendem iniciar projetos beta com clientes selecionados para impulsionar o engajamento e acelerar o desenvolvimento. Os termos financeiros do acordo não foram divulgados.

Por que o biometano?

O gás natural renovável é uma opção vista como ecologicamente responsável por não aumentar o nível de carbono na atmosfera, já que o carbono presente no biometano foi extraído da própria atmosfera. O metano dos combustíveis fósseis (como o diesel) libera o carbono que ficou confinado no solo por milhões de anos.

E é isso que agrava o efeito estufa, aumentando a temperatura global, gerando mudanças climáticas. Nas estações de abastecimento que serão desenvolvidas pela parceria, o biometano será decomposto para produzir o hidrogênio que vai nos FCEVs.

A Nikola tem avançado no desenvolvimento desses tipos de caminhões, por isso, tem lógica que a empresa também procure aumentar a disponibilidade dessas estações de abastecimento de hidrogênio. De qualquer forma, essa movimentação pode ser bastante significativa para todo o planeta, em uma busca geral por combustíveis ecologicamente responsáveis.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.

Deixe sua opinião
Sugeridos pra você
Tags