É inegável o fato de que, nos cinemas, a interpretação de Henry Cavill do Superman deu um novo e mais que necessário fôlego ao icônico “Homem de Aço” da DC Comics. Depois de anos desde sua última aparição como o personagem, porém, o ator britânico admitiu em entrevista ao programa Lorraine, da emissora ITV, que facilmente voltaria a vivê-lo, se a DC e a Warner Bros. assim o pedissem.

Cavill viveu o Superman em Homem de Aço, Batman versus Superman: A Origem da Justiça e Liga da Justiça (a versão original e a versão do diretor Zack Snyder). Entretanto, devido a inúmeros outros problemas do chamado “DCVerso” – a saída de Ben Affleck do papel de Batman, o tratamento sofrido por Ray Fisher (intérprete do Ciborgue), as críticas ao Coringa de Jared Leto e os abusos cometidos pelo diretor Joss Whedon -,  o conjunto de filmes baseados nos quadrinhos da “empresa-que-não-é-a-Marvel” falharam em adquirir a projeção de sua principal concorrente.

publicidade

Leia também

Por outro lado, isso permitiu que Cavill deixasse o papel do Superman meio que de forma não oficial. Ele nunca formalmente “se aposentou” do personagem, mas conseguiu deixá-lo para trás e construir um forte legado com outros trabalhos: um convincente Sherlock Holmes em Enola Holmes, um ótimo espião em Missão Impossível: Efeito Fallout e, claro, o extremamente popular bruxo Geralt de Rivia em The Witcher, por exemplo.

Em entrevista à apresentadora que dá nome ao programa, porém, Cavill disse que “ainda tem o traje” do Superman em seu armário, “só para garantir”, acrescentando que ele “está pronto e esperando pelo telefonema”.

“Foi o tipo de coisa onde, mesmo depois de tanto tempo desde a última vez que vesti a roupa, profissionalmente, você olha para trás e pensa ‘que oportunidade maravilhosa’”, disse o ator de 38 anos. “Mesmo se eu parasse de trabalhar amanhã e fosse viver em um iate ou algo assim, eu ainda poderia olhar para trás e dizer que vesti a capa e saí voando por aí, entretendo as pessoas”.

Desde o insucesso de Liga da Justiça, porém, a DC vem enfrentando novas e novas baixas no mercado da sétima arte: O Esquadrão Suicida, apesar das críticas bem positivas, não teve o sucesso comercial esperado, Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa também ficou aquém do esperado, fora o cancelamento de Deathstroke, fizeram com que o “DCVerso” acabasse deixando um gosto amargo na boca de alguns.

Ainda assim, Cavill sente que o Superman ainda pode ser mais explorado, e dada a sua disponibilidade em, mais uma vez, vestir o uniforme azul e vermelho, ele parece querer fechar seu ciclo como o Homem de Aço em alta.

Não que isso vá acontecer tão cedo: por ora, Cavill está ocupado com a pós-produção de Enola Holmes 2 e The Rosie Project, ao passo que seu nome – e isso é apenas um rumor – foi atrelado ao remake de Highlander. Enquanto isso, o único Superman atualmente ativo é Tyler Hoechlin (curiosidade: Hoechlin é a voz de Sephiroth, vilão de Final Fantasy VII Remake), da série de TV Superman & Lois.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!