O futuro parece pertencer aos carros elétricos. Eles são silenciosos, menos poluentes e exigem menos manutenção. Ainda que não sejam acessíveis a maior parte dos brasileiros, eles fascinam pela quantidade de tecnologia embarcada.

Venha conhecer o mundo dos carros elétricos e tudo sobre os modelos da Tesla neste guia do Olhar Digital.

publicidade

Carros elétricos pelo mundo

Atualmente, existem cerca de 16 milhões de carros elétricos no mundo, de acordo com um relatório da Agência Internacional de Energia (IEA na sigla em inglês), uma organização com o objetivo de promover a energia de maneira sustentável.

Apenas em 2021, foram vendidos 6,6 milhões de carros elétricos no mundo. Um crescimento impressionante de 4.977% quando comparamos com as 130 mil unidades vendidas mundialmente em 2012.

Com isso, a participação de carros elétricos no mercado global de veículos aumentou de 0,2% para 8,6% em dez anos (2012-2021).

Vendas globais de carros elétricos e participação no mercado de automíveis de 2010-2021
Vendas globais de carros elétricos e participação no mercado de automíveis de 2010-2021 com dados da Agência Internacional de Energia. Imagem: Olhar Digital

Do total de carros vendidos em 2021, pouco mais da metade foi comercializada na China: 3,4 milhões (ou 51%). Em outras palavras, os chineses compraram mais carros do que todos os outros países juntos – e também mais do que todos o mundo em 2020 (3 milhões).

Esse aumento se deve a subsídios do governo chinês e à produção modelos populares baratos, como o Wuling Hong Guang Mini EV. Lançado em junho de 2020, ele custa menos de R$ 30 mil e rapidamente se tornou o veículo mais vendido da China.

Por isso, não é de se espantar que, em menos de dois anos, tenha vendido mais de 650 mil unidades. Superando inclusive as vendas dos modelos de Tesla vendidos no país.

Carros elétricos no Brasil

Os carros elétricos são caros em todo lugar, mas especialmente aqui. Recentemente, a Caoa Chery lançou o modelo elétrico mais barato do Brasil, o iCar, com o preço inicial de R$ 139.990. Com isso, fica difícil imaginar uma adesão como ocorre na China, nos países europeus e nos Estados Unidos.

O relatório da IEA também mostra que a venda de carros elétricos cresce de forma desigual no mundo. Cerca de 90% das vendas de carros elétricos em 2021 estiveram concentradas na China, nos Estados Unidos e nos países europeus.

Já em países em desenvolvimento, como no Brasil, Índia e Indonésia, a participação esteve abaixo de 1% – o que não representa nenhum aumento significativo em relação a 2020.

Os principais motivos para a lenta aceitação são o preço dos carros e a falta de infraestrutura de carregamento, de acordo com a agência.

O que os dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE) mostram é de as vendas de veículos eletrificados leves cresceram 78% no primeiro quadrimestre de 2022. Porém, em números absolutos, isso significa uma quantidade modesta de 12.976 veículos contra 7.290 para o mesmo período do ano anterior.

A associação estima sejam cerca de 90 mil automóveis e comerciais leves eletrificados em circulação no país, considerando os dados até abril de 2022. Nesse levantamento foram considerados somente eletrificados leves (autos, comerciais leves, SUVs e utilitários) que utilizam sistema híbrido (HEV), híbrido elétrico plug-in (PHEV) ou 100% à bateria (BEV). A estimativa é que a frota passe de 100 mil carros até o início do segundo semestre.

Elon Musk e a Tesla

Fundada por dois engenheiros (e não por Elon Musk, como muita gente pensa) em julho de 2003, a Tesla nasceu com a missão de provar que um carro elétrico para o dia-a-dia era um conceito viável. Hoje ela é uma das grandes montadoras nos EUA e prova de que a tecnologia elétrica pode ser não apenas viável, mas também altamente desejável.

Como funcionam os carros da Tesla?

Leia também:

Quanto custa um carro Tesla?

São quatro modelos com diferentes versões disponíveis. Veja abaixo a tabela com o preço de cada um dos carros Tesla de acordo com a loja virtual da empresa:

ModeloPreço (do menor para o maior)
Model 3 Rear-Wheel DriveUS$ 48.490
Model 3 Long RangeUS$ 59.490
Model 3 PerformanceUS$ 62.990
Model Y Long RangeUS$ 67.990
Model Y PerformanceUS$ 69.990
Model SUS$ 109.490
Model XUS$ 126.490
Model S PlaidUS$ 140.490
Model X PlaidUS$ 144.490

Onde comprar um carro da Tesla no Brasil?

Os modelos de carros da Tesla

Veículos como o Model 3 são notícia constante e lideram as listas de carros mais vendidos nos EUA. Mas você sabia que a Tesla já produziu quatro outros carros, e tem mais quatro em vários estágios de desenvolvimento? Venha conosco conhecer todos os carros da Tesla.

Tesla Roadster

O primeiro carro produzido pela Tesla foi o Roadster, um esportivo de dois assentos lançado em 2008 e produzido até 2012. Baseado no chassi do Lotus Elise, o Roadster foi o primeiro veículo totalmente elétrico com baterias de íons de lítio a circular legalmente pelas estradas nos EUA, e também o primeiro veículo totalmente elétrico capaz de viajar mais de 320 km com uma carga de suas baterias.

Reprodução

Durante os 4 anos de produção o Roadster recebeu vários upgrades de hardware, que refinaram o design e melhoraram a dirigibilidade e autonomia. O último, chamado Roadster 3.0, incluiu um novo conjunto de baterias com capacidade 50% maior que o original e foi anunciado em 2014, dois anos após a produção das últimas unidades.

Reprodução

Ao todo a Tesla produziu 2.450 unidades do Roadster, que foram vendidas em 30 países. Destas, o Roadster pessoal de Elon Musk é o que foi mais “longe”: foi lançado ao espaço a bordo de um foguete Falcon Heavy da SpaceX em 6 de fevereiro de 2018, e atualmente está em órbita ao redor do Sol.

Model S

Anunciado em 2009 (com as primeiras unidades entregues em 2012) o Model S foi o primeiro grande sucesso da Tesla, colocando a empresa no rol das grandes montadoras dos EUA. Em setembro de 2018 a fabricante atingiu a marca de 250 mil unidades deste modelo vendidas em todo o mundo.

Reprodução

O sedã de 5 portas coleciona prêmios, incluindo o título de “carro do ano” em várias publicações. Assim como o Roadster, o Model S recebeu vários upgrades e modificações durante sua produção.

O modelo original tinha velocidade máxima de 180 km/h, acelerava de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos e tinha autonomia de 224 km. O atual Model S chega a 249 km/h, vai de 0 a 96 km/h em 3,1 segundos e tem autonomia de 652 quilômetros.

O Model S foi o primeiro carro da Tesla com piloto automático (Autopilot): o hardware necessário foi incluso nas unidades produzidas a partir de setembro de 2014.

Em 2021, foi lançado o Model S Plaid, um upgrade do modelo original. Ele chega a 322 km/h, vai de 0 a 96 km/h em 1,99 segundos e tem autonomia de 637 quilômetros.

Interior do carro Tesla Model S Plaid
Interior do carro Tesla Model S Plaid. Imagem: Tesla / Divulgação

Model X

Facilmente reconhecível por suas portas no estilo “asa de gaivota”, que se abrem para cima, o Model X foi mostrado pela primeira vez em 2012. As primeiras unidades foram entregues em 2015, em um processo de produção que foi adiado várias vezes e colocou em dúvida a capacidade da Tesla.

Reprodução

Além disso, problemas com o controle de qualidade dos veículos, que levaram a três recalls, ameaçaram a imagem da montadora, que admite que foi “ambiciosa demais” em algumas de suas metas de produção e características do projeto. Entretanto, as falhas foram superadas e o veículo foi bem-recebido. Em setembro de 2018 a Tesla ultrapassou a marca de 100.000 unidades do Model X entregues.

O Model X é conhecido pela potência de seu motor, e já rebocou sozinho um Boeing 787 (veja abaixo) e venceu um cabo de guerra contra uma caminhonete Ford F-150. Opcionalmente, o carro pode ser equipado com o hardware necessário para direção completamente autônoma, embora o software para isso ainda não tenha sido lançado pela Tesla.

Existem dois modelos disponíveis para o consumidor: Model X (com dois motores) e Model X Plaid (com três motores). O primeiro tem 7 lugares, alcance de 560 quilômetros, aceleração de 0 a 96 km/h em 3,8s e velocidade máxima de 249 km/h.

Já o segundo tem 6 lugares, alcance de 536 quilômetros, aceleração de 0 a 96 km/h em 2,5s e velocidade máxima de 262 km/h.

Model X é o SUV da Tesla
Model X é um dos SUVs da Tesla. Imagem: Tesla / Divulgação

Model 3

O Model 3 foi projetado para ser um modelo de baixo custo (bem, tão baixo quanto um carro equipado com milhares de baterias e dezenas de computadores pode custar), originalmente chamado de Model E.

Infelizmente a marca “Model E” já havia sido registrada pela Ford, então a Tesla optou por “Model 3”. O veículo foi anunciado em março de 2016, e uma semana após seu anúncio há havia 325 mil unidades reservadas na pré-venda. Em julho de 2017, o número já havia chegado a 500 mil unidades.

Reprodução

Com o lançamento do modelo “Standard Range” em fevereiro de 2019 a Tesla atingiu seu objetivo de oferecer um veículo completamente elétrico por US$ 35.000, e o Model 3 conquistou o título de “carro elétrico mais vendido na história dos EUA”, mesmo considerando híbridos como o Chevy Volt.

Atualmente, existem três opções de Model 3:

  • Rear-Wheel Drive – autonomia de 438 quilômetros, aceleração de 0-96km/h em 5,8s e velocidade máxima de 225 km/h;
  • Long Range – autonomia de 576 quilômetros, aceleração de 0-96km/h em 4,2s e velocidade máxima de 233 km/h;
  • Performance – autonomia de 512 quilômetros, aceleração de 0-96km/h em 3,1s e velocidade máxima de 261 km/h.
Interior do carro Tesla Model 3
Interior do carro Tesla Model 3. Imagem: Tesla / Divulgação

Model Y

Apresentado em março de 2019, o Model Y é baseado na mesma plataforma do Model 3. Com ele, a linha de produtos da Tesla completa uma piada típica do humor de Musk: “S, 3, X, Y” (sexy).

Reprodução

O Model Y comporta até 7 pessoas (em 3 fileiras) e terá autonomia de até 531 km. São duas versões disponíveis: Model Y Long Range e Model Y Performance. A primeira comporta até 7 pessoas em 3 fileiras, tem alcance de 531 quilômetros, aceleração de 0 a 96 km/h em 4,8s e velocidade máxima de 217 km/h.

Já a segunda tem 5 lugares, alcance de 488 quilômetros, aceleração de 0 a 96 km/h em 3,5s e velocidade máxima de 249 km/h.

Model Y é outro SUV da Tesla
Model Y é outro SUV da Tesla. Imagem: Tesla / Reprodução

Esse modelo foi o primeiro a ser entregue pela giga fábrica em Berlim em abril de 2022.

Tesla Semi

O caminhão elétrico da Tesla foi apresentado ao público em novembro de 2017, mas que ainda não entrou em produção. Usará quatro motores do Tesla Model 3 e terá uma versão aprimorada do software Autopilot, oferecendo mais segurança ao motorista. Estará disponível em versões com autonomia de 480 e 800 km.

Reprodução

Em maio de 2022, a Tesla passou a aceitar reservas para seu caminhão elétrico. Em junho, o caminhão elétrico da Tesla foi flagrado em uma estrada na Califórnia, nos Estados Unidos. O registro de poucos segundos foi divulgado no Twitter; nele, é possível vislumbrar detalhes, principalmente de seu desenho frontal.

Cybertruck

A picape elétrica da Tesla cativou a imaginação do público durante meses, graças a declarações de Musk afirmando que ela teria um design “saído de Blade Runner”. Ele não estava brincando: o design anguloso e “brutalista” evoca o futurismo dos anos 80 e divide opiniões, embora simulações em software comprovem que, aerodinamicamente, ele tem vantagens.

Reprodução

O Cybertruck ficou famoso por um incidente durante sua apresentação, quando seu designer arremessou uma bola de aço para demonstrar as janelas “inquebráveis” e elas quebraram, duas vezes.

Musk pareceu levar tudo na brincadeira, e compartilhou no Twitter um vídeo, feito horas antes do incidente, mostrando as janelas sobrevivendo ao impacto durante um ensaio. A Tesla aproveitou a publicidade, e está vendendo camisetas do Cybertruck com a imagem da janela quebrada.

Durante a apresentação do Cybertruck a Tesla também mostrou “mais uma coisa” no palco: o Cyberquad, um quadriciclo completamente elétrico que pode ser recarregado na caçamba do Cybertruck.

Embora a empresa afirme que tem planos para comercializar o veículo, não há muitas informações sobre ele. A versão infantil volta e meia aparece disponível para vendas, mas geralmente esgota-se em poucas horas.

A expectativa de Musk é que a Tesla termine o desenvolvimento do Cybertruck ainda em 2022.

Leia também:

Roadster 2020

Esta será uma versão modernizada do Tesla Roadster, desta vez com um chassi próprio e equipado com toda a tecnologia desenvolvida pela Tesla nos últimos 8 anos, desde que o modelo original saiu de produção.

Reprodução

Segundo Musk, o novo Roadster será um supercarro, capaz de fazer inveja a muitas Ferrari e Lamborghini por aí. O modelo com bateria de 200 kWh terá autonomia de 1.000 quilômetros com uma carga, velocidade máxima de 400 km/h e será capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 1,9 segundos.

Em um tuíte feito em 2021, Elon Musk disse que o novo Tesla Roadster vai demorar mais que o esperado em decorrência da crise dos chips e só deve chegar ao mercado em 2023.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!